quarta-feira, 16 de fevereiro de 2011

Falta de ...



Quanto mais olhava para o cartão de contacto, mais a coragem se afastava. Queria ligar, tinha tanta vontade de ligar, mas algo me deixava inoperacional, a vontade não se revelava em nenhum acto coordenado pelo meu corpo.
Sabia o nome dela, o contacto telefónico, o e-mail, a função e a empresa onde trabalhava. Sabia que era uma pessoa distinta, bonita, elegante. Apresentava umas mãos cuidadas, toque de veludo, perfume inebriante, sorriso inexplicável. Ela não andava, ela flutuava. Mas, ao pensar naquela aliança, naquele dedo esguio, via-a a caminhar com um andar pesaroso. Via aquela aliança como uma âncora, um peso que se carrega e que não nos deixa agir. E é essa aliança que não permite que eu agarre no telemóvel e digite o número dela. Por enquanto... entre um cigarro e a tentativa de recuperar constantemente a coragem.

7 comentários:

Secreta disse...

Há de facto obstaculos tremendamente dificeis de transpor.

Labios de Mel disse...

Às vezes, perdemos oportunidades que nos surgem ao longo da nossa vida, por não termos a coragem de ir ao encontro delas.
Por outro lado, concordo com Secreta... "Há de facto obstaculos tremendamente dificeis de transpor."

Fascinas-me :)

Coragem...!

Beijinhos de mel

Labios de Mel disse...

Beijinhos de Bom Dia!!

Miúda Má disse...

@Secreta, "um dia apanho todas as pedras do caminho e construo um castelo" :)

@labios de mel, sempre que optamos por uma oportunidade, estamos a abdicar de outra oportunidade... complicado qualquer tomada de decisão. Beijo de bom dia e de um grande obrigada pelas tuas palavras, bela forma de me mimar e incentivar a escrever um próximo post.

maria carolina disse...

so... aqui as fãs aguardam ansiosas os desenvolvimentos. é hoje que se ganha a coragem? beijos!

Labios de Mel disse...

És o meu vicio... :)
Mais um post se faz favori...e mil palavras piceladas de carinho :)

Beijinhos ansiosos!

Miúda Má disse...

O próximo post está para breve, tal como o tão esperado telefonema.