sexta-feira, 4 de fevereiro de 2011

Gato e Rato

Combinámos jantar juntas. Jogo uma data para o ar, agendo para 5ª-feira. Ela aceita, em segundos. Segundos esses suficientes para eu me arrepender do convite feito. "Mas porque não consigo eu resistir? Porque não sou firme com o que quero e esqueço qualquer tipo de contacto com esta mulher?" - penso quando leio a resposta. "Ainda é 2ª-feira, e até 5ª-feira ela já se esqueceu" - desejo eu intimamente. Não volto a ligar-lhe nem envio sms, isso eu consigo, e assim, espero que o jantar tenha caído em esquecimento.
Consegui cumprir, não voltei a ligar nem a enviar sms, quando o relógio já marca 18:30 e é já 5ª-feira. Vou no carro a caminho de casa e solto uma gargalhada sozinha:"Esqueceu-se!". Acendo um cigarro, aumento o volume do rádio, passa "Florence and the Machine - You've got the love". Olho para o banco do pendura, uma luz a piscar chama-me a atenção, e um nome estava escrito no visor do telemóvel, o dela!
Baixo o volume, atendo o telemóvel, com uma voz que se recusava a fazer-se ouvir. Tento dizer umas três vezes "olá", mas não saía nada, nada! Por fim, sai um "olá" tremido, sem energia, ela responde e questiona-me se não tínhamos marcado um jantar, respondo que sim, que estou atrasada e acabo por combinar uma hora.
Fui buscá-la a casa, como sempre. Na minha cabeça ia um plano, o da despedida. Queria tentar novamente afastar-me desta mulher. Desta vez, definitivamente.
Assim que ela entra no carro, começamos a discutir, sempre em tom muito baixo, e a sorrir. E recordo-me que sempre foi assim, tudo tão dissimulado. Diz-me que não percebe porque quero afastar-me, porque insisto em ter conversas com ela que ela teima em não entender. Por momentos fico com um ar sério, e digo-lhe que não quero mais falar sobre isso, isso que significa nada, isso que significa para mim dor. E assim seguimos caminho, com ela a falar e eu a ouvir. E eu, sempre tão boa ouvinte...
Chegámos ao local, diz-me que estou linda, que me quer tirar uma foto, que adora a minha expressão de má, que o meu perfil é ... e já não a ouço, vejo-a para além do que já conheço. Rasgo aquela imagem e vejo-a mais além, vejo-a até onde ela quer chegar. Chego-me para trás, aconchego-me na cadeira, peço um Martini Rosso, acendo um cigarro e, como mera espectadora, assisto ao jogo do gato e do rato. Mas já não dói, agora só me diverte.

7 comentários:

Labios de Mel disse...

Ler-te é simplesmente fantástico :)
Nota 10 :)
Parabéns!!!!!!!!

Beijinhos de mel

Xu disse...

Lado positivo: ao menos é um jogo saudável:)

Miúda Má disse...

Labios de Mel, obrigada! É bom saber a opinião dos que por aqui passam. Beijos maus :).
Xu, tudo tem um lado positivo :). Beijinhos

Labios de Mel disse...

Sabes qual o sabor dos beijos maus? :)

Os meus devem ser mais adocicados:)

Angel disse...

se só te divertes...já estás no bom caminho... ;)

Secreta disse...

Será que é mesmo assim? Que consegues ficar tão indiferente nesse jogo? Não creio...mas...

Miúda Má disse...

Secreta, é caso para dizer que dá um novo post :). Beijinhos