quarta-feira, 2 de fevereiro de 2011

Hoje não!

Hoje não me apetece. Simplesmente não me apetece falar sobre ti, não me apetece pensar-te, imaginar-te, querer-te. Passados estes anos, gosto de te gostar platonicamente, só isso. Gosto de alimentar a minha escrita com uma pitada daquilo que foste na minha vida. Mas hoje, não. Chega, basta! Cansei de lutar contra um não querer querer-te, um querer não querer-te! Não que me tenha resignado, mas porque libertei-me. Sentia-me acorrentada, transportando um peso enorme, sem qualquer perspectiva de fuga ou escape. Quis afastar-me totalmente, quis apagar-te da minha vida, como quem pega numa borracha e apaga um esboço projectado no passado, mas sem encaixe no futuro. Cheguei a pegar na borracha, mas teimavas em reescrever-te no meu papel, recusavas sair da minha vida. Tentei explicar-te milhares e milhares de vezes, dizias não perceber. Cheguei a consultar um terapeuta considerando ter problemas de expressão. Mas, cheguei à conclusão que só tu não me entendias. Quando cheguei a essa conclusão, já não me interessou expressar-me para ti, dar a volta ao texto para que percebesses o que estava para além das palavras.
Hoje, não. Já não me apeteces! E fico muito feliz por isso.

7 comentários:

Secreta disse...

Há dias assim! Em que determinada pessoa não consegue afectar-nos, dias em que somos nós, apenas e só "nós"... E sabes, adoro-os!
Beijito.

Malu disse...

Acho que muitas pessoas, se não todas, passam por isso - pelo encontro com outras pessoas que de tanto nos magoar acabam por se tornarem NADAS em nosso caminho.
Abraços e obrigada pela visita

Labios de Mel disse...

Fico feliz por ti!!

Ninguém deve esperar por outro alguém... muito menos se a espera for infrutífera.

Beijinhos de mel

BLOG DO PROFEX disse...

Muitas pessoas, não todasnum relacionamento pensam ser TUDO para a outra, e passa a tratá-la como crianças e não aceitam opiniões, se achando perfeitas ao extremo. Todos somos passíveis de erros e aceitar novas idéias só nos faz crescer.Humildade é tudo. Estamos aqui para compartilhar, para aprender e para crescer juntos. Às vezes acordamos tarde para isso...

Fatima disse...

Vim agradecer a tua visita e comentário deixado no meu blog.... muito verdadeiro e real o que escreves aqui...gostei!

Catarina disse...

e ainda bem que não te irá afectar, beijinho !

Gabi disse...

Esse post me fez lembrar de "O quereres" de chico buarque. rs